E-mail

contatof5agencia@gmail.com

WhatsApp

(75) 98834-6881

EC Vitória

Em fase de reformulação, Vitória apresenta 4 reforços para disputa da Série B.

Durante a apresentação, Paulo revelou que faz questão de estar perto do grupo.

09/05/2019 14h51
Por: Portal Bahia Online

Em fase de reformulação, o Vitória apresentou na manhã desta segunda-feira (6) quatro reforços para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O presidente do clube, Paulo Carneiro, se encarregou de fazer dar as boas-vindas aos atletas. Durante a apresentação, Paulo revelou que faz questão de estar perto do grupo.

“Sempre trabalhei com jovens, estou perto do meu grupo e procuro dar para eles sempre o que precisam. Fazem parte da reformulação do elenco. Quem tiver aqui, sabe que é foco total. Quem ficar aqui, quem sabe, disputa a Série A no próximo ano”, disse.

O primeiro falar foi o volante Romisson, que já trabalhou com o técnico Cláudio Tencati em 2017 e veio a pedido do treinador, falou rapidamente sobre suas características. “Eu tenho uma saída de bola boa, subo sempre com velocidade na transição”.

Em seguida, foi a vez do Ítalo Barbosa, de 22 anos, se apresentar.  Ressalta a estrutura do Vitória. Após boa passagem pelo Paraná em 2017, o atacante foi contratado pelo arquirrival, Bahia, mas não teve muitas chances. Já com a camisa do Leão, Ítalo Barbosa enalteceu a estrutura da Toca.

“Estrutura boa, grupo bom. Isso é importante para o nosso desenvolvimento”. Melhor lateral-direito do Campeonato Baiano, Van comentou sobre a expectativa de estrear pelo Vitória e brincou com sua “rodagem” no Campeonato Baiano.

“A tendência é melhorar. O grupo está sendo montado agora e a expectativa de estrear está à flor da pele. Já me conhecem de vários baianos, né? Tenho uma boa marcação, tenho facilidade para chegar no fundo do campo e fazer o cruzamento”.

Por fim, o volante Gabriel Bispo, mostrou satisfação em vestir a camisa do rubro-negro baiano e revelou que se arrepiou após a virada contra o Vila Nova, no último sábado, pela segunda rodada da Série B.

“Agradeço a Deus por estar no Vitória. Fui recebido muito bem aqui, pelos jogadores e presidente. Agora é ajudar para colocar o clube no caminho certo. Foi muito rápido para mim [chegada ao profissional]. Não tive base, mas joguei intermunicipal… Sempre tive um sonho de jogar em um clube grande. Quando a gente virou [contra o Vila] o jogo, me arrepiei. Ver a torcida cantando foi bom demais”. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.