Terça, 11 de dezembro de 201811/12/2018
(75) 99911-5583 (75) 98834-6881 E-mail: contatof5agencia@gmail.com
Trovoadas isoladas
23º
27º
28º
Salvador - BA
Erro ao processar!
BAHIA
Médicos cubanos começam a deixar o Brasil nesta quinta-feira (22).
Salvador será uma das quatro cidades de onde sairão os voos para Havana.
Portal Bahia Online Itaberaba - BA
Postada em 21/11/2018 ás 20h35
Médicos cubanos começam a deixar o Brasil nesta quinta-feira (22).

Médicos cubanos chegando em Salvador em agosto de 2013, no início do Mais Médicos.

Os profissionais cubanos que participavam do programa Mais Médicos vão retornar a Cuba a partir desta quinta-feira (22). De acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), uma das responsáveis pela cooperação internacional entre o Brasil e o país da América Central, os primeiros cinco voos em direção a Havana estão previstos para quinta, assim como sexta-feira (23) e sábado (24). 


Na segunda-feira (19), a entidade já tinha confirmado que até o dia 12 de dezembro, mais de 8,3 mil cubanos que atendiam ao programa devem deixar o Brasil gradualmente. Alguns dos profissionais da cooperação internacional já começaram a sair dos municípios em direção aos respectivos polos de saída de voo.


Nesses cinco primeiros voos, devem partir médicos que atuam nos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Eles saem de quatro polos do país: além de Salvador, as cidades de Brasília, Manaus e São Paulo. 


Os profissionais cubanos do Mais Médicos começaram a atuar em 2013 em Unidades Básicas de Saúde brasileiras, por meio de uma cooperação internacional entre os dois países e o organismo internacional, para prover emergencialmente médicos para populações vulneráveis. Dentro dessa perspectiva, o número de médicos cubanos da cooperação foi sendo gradualmente reduzido, nos últimos cinco anos, de mais de 11 mil para cerca de 8,3 mil.


Acordo Rompido
No último dia 14, o governo de Cuba anunciou a saída do programa de cooperação. A decisão foi motivada por declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro, que afirmou que “expulsaria” os cubanos do Brasil com o Revalida – exame de validação de diplomas estrangeiros.


Na terça (20), o Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União (DOU), um edital para selecionar profissionais que queiram aderir ao Programa Mais Médicos. No total, serão oferecidas 8.517 vagas. Na Bahia são 853.


Os profissionais selecionados irão atuar em 2.824 municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas, antes ocupados pelos cubanos. As inscrições começam nesta quarta-feira, 21, e seguem até o dia 25 deste mês para médicos brasileiros com CRM no Brasil ou com diploma revalidado no país. O salário líquido é de R$ 11.244,56. (Confira aqui a relação das cidades contempladas).


A Cooperação
Criado em 2013 pelo governo federal, o Mais Médicos têm o objetivo de ampliar a atenção primária em saúde e suprir a carência de médicos.


Segundo a Opas, a iniciativa é composta por três eixos: o primeiro prevê a melhoria da infraestrutura nos serviços de saúde. O segundo se refere ao provimento emergencial de médicos, tanto brasileiros (formados dentro ou fora do país) quanto estrangeiros (intercambistas individuais ou mobilizados por meio dos acordos com a OPAS). O terceiro eixo é direcionado à ampliação de vagas nos cursos de Medicina e nas residências médicas, com mudança nos currículos de formação para melhorar a qualidade da atenção à saúde.


A Opas começou a colaborar com o programa em 2013 ao articular acordos entre Brasil e Cuba, viabilizando a mobilização de médicos cubanos para atuar no Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro. A entidade internacional também tem contribuído com o monitoramento e avaliação dos resultados e impactos do Mais Médicos, bem como na gestão e disseminação do conhecimento gerado pela iniciativa, capacitação de profissionais, fortalecimento da educação em saúde para médicos, entre outras ações relacionadas à melhoria da atenção primária à saúde no Brasil.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium